!--Script Archive Calendar-->

13 de abril de 2016

A saga: Mudanças do meu Cabelo


O cabelo transmite quem somos. Nossa personalidade é muito avaliada através de nossas madeixas. 


Conheço tanta gente certinha que adora estar com todos os fios alinhadinhos e com o corte impecável e muita gente despojada que anda descabelada, com cortes modernos e cores nas madeixas, concorda?


Tá com tempo? Pega um mate, uma pipoca e se prepara que lá vem textão..

Acho que 2016 é o meu ano de mudança capilar.. Meados de Abril e eu já tive 3 cores diferentes na cabeça! 


cabelos-coloridos




Afinal, cabelo é pra mudar mesmo. Pra isso que ele cresce! 

Porque se a gente cortar e não gostar em breve tem mais cabelo crescendo e a gente pode corrigir.




Vem comigo pra saber mais sobre o meu cabelo!



A vida toda eu mudei o cabelo por incontáveis vezes, quem vê minhas fotos antigas vai perceber que tive muitas fases. 
Claro, escuro, curto, comprido, com ou sem franja.. Não foram poucas as mudanças mas vou tentar contar pra vocês o que esse pobre cabelo já passou nessa vida.
(Vou ficar devendo muitas fotos pra vocês, pois as minhas fotos mais antigas estão na casa dos meus pais em Santa Maria)



A primeira vez que fiz luzes no cabelo eu tinha 15 anos, tinha acabado de debutar (antes do debut a mãe não deixou eu mexer nos cabelos, que eram castanhos claros.. Eram, rsrsrs).

Eu tinha um cabelão pela cintura e a dona do salão puxou as luzes com a touca em todo o meu cabelo.

Resultado: Fiquei loira de uma hora pra outra e não sabia lidar com aquilo. 
Meu cabelo ressecou e ficou cor de palha porque ela só descoloriu e não tonalizou.. Odiei!


Não deu um mês e eu atraquei um tonalizante castanho porque estava me odiando daquele jeito.
Acabei virando referência no salão. 
Todas as meninas novinhas que chegavam lá querendo clarear os cabelos a dona do salão mandava conversar comigo antes porque eu não havia gostado de ser loira rsrsrs.


Depois desse fato das luzes eu me acalmei com as tinturas e descolorações, mas cortei o cabelo milhares de vezes.
O que vocês imaginarem eu fiz neste pobre cabelo!

cabelos-coloridos




Depois dessa fase eu um dia enjoada do cabelo resolvi inserir o loiro novamente na minha vida. 
As mechas estavam em alta naquela época e eu pedi para a cabeleireira puxar apenas algumas poucas, só na parte de cima, pra eu ir me acostumando aos poucos, acho que eram umas 4 ou 5 mechinhas finas de cada lado e eu me amei.

Fui fazendo mais e mais e em menos de 6 meses eu já estava totalmente loira novamente, só que daquela vez eu estava gostando.

Mantive aquele cabelo loiro por cerca de uns 3 anos, mas já estava enjoada de novo, e pra ajudar o cabelo estava ressecado e judiado por conta da química.
Eu trabalhava o dia todo e fazia cursinho a noite e não tinha tempo de cuidar e fazer hidratações como se deve.

cabelos-coloridos
(Na foto não dá pra ver direito, mas era a única foto digitalizada daquela época, sorry)



Nessa época minha tia havia concluído seu curso de cabeleireira e eu era a cobaia mais faceira do mundo.

Lembro que estava totalmente loira e pedi preto azulado e quase matei a coitada do coração, pois me conhecia e sabia que eu não ia ficar muito tempo com aquele mesmo cabelo.


Não consegui convencer a tia de passar preto azulado no meu cabelo, mas ela passou um castanho escuro que resultou em um quase preto.
Como minha pele é clara, o resultado ficava ainda mais gritante. 
Não era preto, mas nos primeiros dias parecia!


cabelos-coloridos



Não deu bem 6 meses e eu comecei a incomodar para voltar a ser loira novamente. 

Sim, eu sou dessas... Me bate uma veneta e eu me atiro da ponte se dá vontade (risos).

Sabíamos que meu cabelo não aguentaria uma descoloração, pois estava com tinta escura e não ia abrir numa tonalidade clara tão facilmente.

Mesmo assim bati o pé e descolorimos as pontas para que aos poucos fossemos subindo para a raiz.

Ficou quase laranja! Mas mesmo não ficando com as pontas claras eu amei o resultado do ombré hair.

cabelos-coloridos
(Essa é minha tia, dona Salete que muito aturou minhas maluquices, não só nos cabelos, rsrs)


Repeti esse método mais algumas vezes. Clareava o cabelo e quando ele ficava bem loiro eu escurecia.

Eu sou a maluca do cabelo! Obrigada, de nada! 

E se você leu o texto até aqui certamente é porque também é maluca ou simpatiza com essa maluca que vos escreve, né?!



Foi então que cheguei aqui em Santo Ângelo, sem conhecer ninguém, com o cabelo loiro e uma raiz enorme, pois com o passar do tempo o cabelo crescia mais e mais e eu ia cada vez menos para Santa Maria ou para São Francisco de Assis, onde minha tia tem salão.  


Foi então que procurei um salão aqui (Gi Estética) e retoquei minhas mechas. 

Meu cabelo ficou lindo, as mechas ficaram platinadas, todo mundo elogiava. 
Fiz o retoque umas duas vezes mas sentia que o fim dos meus cabelos loiros estaria próximo.
Na verdade o cabelo não estava judiado, mas eu estava com uma necessidade de fazer algo diferente.


Sempre sonhei em pintar o meu cabelo com tinta colorida, mas em casa quando comentava eu sempre ouvia que não ia ficar legal, que não era bonito e etc.

Sou filha de uma mãe recatada e que acha qualquer coisa que seja diferente algo muito assustador proibido e fora de padrão. 
Já eu sou o oposto. E se não fossem as comprovações de gravidez dela eu juro que pensaria que sou adotada! (Beijo mãe!).


Decidi mudar!
Fiz milhares de pesquisas na internet e decidi que faria um Ombré Fire, que é um cabelo com a raiz vermelha e as pontas loiras.

Nem preciso dizer que a Gi, dona do salão quase enfartou quando eu expliquei o que queria. Mas acabou entrando na minha onda e resolvendo arriscar.

Eu sou muito de boa, não cobro perfeição de cabeleireiro algum, penso que se não der do jeito que eu pedi ao menos ficará um estilo diferente.

cabelos-coloridos


 Em um mês fui do glamour ao fundo do poço dos cabelos coloridos.

O vermelho desbota muito rápido e se eu mantivesse esse cabelo iria me tornar escrava dos salões.

Só quem vive pra saber.

Eu tinha gostado do resultado, mas pra mim que gosto de cuidar do cabelo sozinha não daria certo.



Sou uma pessoa alegre, gosto do diferente. Até porque se fosse pra sermos todos iguais tínhamos nascido em uma forminha padrão, certo?

Claro que concordo que devemos usar aquilo que nos faz bem. Se você é mais séria, recatada ou tímida eu creio que não vai querer usar um cabelo azul ou cor de rosa. Tudo varia de acordo com o gosto.



Bueno, então resolvi arriscar em casa dessa vez!

Sim, eu sei que você deve estar pensando que eu sou maluca, mas eu mesma já afirmei isso lá em cima, lembra? hehe


Desde que vi pela primeira vez que a cor do inverno seria o Marsala ele nunca mais me saiu da cabeça.

É um roxo, avermelhado, ou azul rosado ou sei lá que cor é isso, só sei que achei lindo demais e sabia que eu não iria sossegar sem arriscar. 

E arrisquei!

(Vou ficar devendo fotos com mais qualidade pra vocês (estas são do celular), mas quem quiser é só acompanhar no Insta: @ysemarques ou no Snap: YseMarquesBlog)



O resultado é esse, um cabelo com a minha cara, com minha identidade.

Demorei uns dois dias pra acostumar, pois como o meu cabelo estava claro, logo que pintei ele parecia preto.

Ele é exatamente aquilo que eu queria para sair da mesmice.


Até meu próximo faniquito eu estarei bem feliz com ele. 
Pelo menos durante o inverno eu pretendo manter o Marsala, e sobre depois... Depois a gente pensa rsrs

Eu sempre recomendo a quem entende pouco a procurar um salão, pois mesmo me atrevendo a fazer muita coisa em casa, quando preciso descolorir vou à algum profissional. Melhor pagar um pouco a mais do que ficar sem cabelo. 



No meu caso, tenho mais sorte do que juízo, eu sei! rsrs



Ainda estou aprendendo a lidar com a oleosidade, acho que a tinta hidratou demais os fios e eles que já eram oleosos ficaram ainda mais.


Aceito sugestões de produtos ou tratamentos. 
Pois, ainda sou marinheira de primeira viagem quanto a cabelos coloridos...




Dica: Encontre seu estilo e faça o que você gosta, seja no cabelo ou na vida!
  
Não dê ouvidos a quem não se importa com você, pois a vida é sua e nela é você quem manda!



Prometo atualizá-los quando às minhas mudanças capilares sempre!

Um Beijo

Segue lá!
Insta: @ysemarques

Snapchat: ysemarquesblog


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Yse Marques Blog - 2015. Todos os direitos reservados.
Criado por: Beauty Design.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo